segunda-feira, 21 de maio de 2018

Os polvos podem ser alienígenas

Curiosidades
Por Fábio Alves



Polvos são esquisitos. São animais dotados de oito tentáculos conectados diretamente às suas cabeças presentes em todos os oceanos da Terra. Mudam de cor quando enfrentam situações de perigo e são capazes de amputar partes do corpo espontaneamente nesse processo.






Esses seres cefalópodes são tão peculiares que parecem criaturas de outro mundo. Opinião de um grupo da área científica. E isso gerou base teórica para um novo estudo publicado na revista Progress in Biophysics and Molecular Biology. Um grupo de 33 pesquisadores realizou um estudo e chegou a uma conclusão espantosa. Eles alegaram que os polvos são extraterrestres!!






Segundo eles, alguns vírus alienígenas chegaram ao nosso planeta em um meteoro e ao infectarem lulas fizeram uma evolução para polvos. Em outra versão de um dos autores do estudo, ovos diretamente de polvos adentraram na Terra com os meteoros. Essa teoria valida a hipótese da panspermia, segundo a qual a vida na Terra surgiu através de cometas que transportavam organismos vivos e caiu em nossos oceanos. O genoma do polvo mostra um nível impressionante de complexidade, com 33.000 genes codificadores de proteínas, mais do que está presente no Homo sapiens.





Os polvos como possíveis "alienígenas" são interessantes devido a algumas características: embora sejam moluscos, são extremamente inteligentes. Têm um cérebro grande e desenvolvido e um complexo sistema nervoso, mudando de cor e forma. São características muito evoluídas e futuristas para um organismo que deveria ser bem mais simples, dizem os cientistas.





Por mais convincente e intrigante que possa parecer a conclusão, vários cientistas não tardaram em questionar o estudo. Por exemplo, Mark Carnall, especialista do Museu de História Natural da Universidade de Oxford, indicou que nenhum dos autores do estudo é especialista em zoologia. Sobre a genética dos polvos, Carnall explicou que já existem trabalhos científicos que elucidam sua origem e que não tem nada a ver com as especulações sobre origem extraterrestre. A especialista em genética molecular Karin Moelling também assegurou que "não se pode tomar o artigo a sério" porque carece de qualquer evidência.






Porém algo pode se levar em consideração: a evidência de fósseis de microrganismos contidos em meteoritos, bem como a detecção na atmosfera superior de aparentes partículas portadoras de vida no espaço, denotam que a vida no nosso incrível planeta pode ter sido mesmo semeada por cometas.






sábado, 12 de maio de 2018

Street Fighter - 30 anos de um clássico

Prévia Games
Por Fábio Alves


A série de jogos de luta Street Fighter se tornou um clássico dos anos 90 quando lançou a sua segunda versão Street Fighter II: The World Warrior em fevereiro de 1991 nos arcades.




Trazendo gráficos incríveis pra época, com uma jogabilidade precisa e revolucionária, foi a sequência do obscuro primeiro game de 1987, melhorando muitos dos conceitos introduzidos nesse primeiro, incluindo o uso de movimentos especiais baseados em comandos, configuração de seis botões, e oferecendo aos jogadores uma seleção múltipla de personagens jogáveis contando com 8 no total, cada um com o seu próprio estilo de luta. Street Fighter II também introduziu o sistema de combos e o combate frontal entre dois jogadores.









Street Fighter II é considerado um dos mais influentes games de todos os tempos, sendo chamado de "o mais importante jogo de luta da história dos vídeo games". É atribuído ao sucesso de Street Fighter II a popularização dos jogos de luta durante a década de 1990, inspirando outros produtores a criarem as suas próprias séries, popularizando o gênero de luta e responsável pelo renascimento da indústria de máquinas de fliperama, onde se tinha uma em cada esquina.












Pouco depois foi lançado para Super Nintendo, tornando-se durante muito tempo o game responsável pelas vendas enormes do console. Devido ao seu sucesso foram lançados vários derivados do próprio Street Fighter II, liberando os 4 chefes finais para serem controlados e até mesmo novos personagens na versão The New Challengers.











Um clássico insuperável, moldou todo um gênero que esta presente nos dias de hoje estando atualmente o game em sua quinta versão Street Fighter V - Arcade Edition. 











Para comemorar os 30 anos desse clássico, a Capcom irá lancar em 29 de maio de 2018 a coletânea Street Fighter: 30th Anniversary Collection, onde reuniu os doze principais games da franquia dos arcades lançando para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PCs.




São eles: Street Fighter, Street Fighter II, Street Fighter II: Champion Edition, Street Fighter II: Hyper Fighting, Super Street Fighter II, Super Street Fighter II: Turbo, Street Fighter Alpha, Street Fighter Alpha 2, Street Fighter Alpha 3, Street Fighter III, Street Fighter III: 2nd Impact e Street Fighter III: Third Strike.


sábado, 5 de maio de 2018

Stonehenge - Um mistério milenar

Curiosidades
Por Fábio Alves


Stonehenge sempre foi um grande mistério para a humanidade. O complexo milenar, datado de mais de 5000 anos, cativa as pessoas de forma intrigante e até mesmo espiritual. Localiza-se no condado de Wiltshire, localizado no sudeste da Inglaterra e é formado por círculos concêntricos de pedras que chegam a ter cinco metros de altura e pesam quase trinta toneladas. Elas foram classificadas em três períodos de construção, onde estima-se que tenha levado 1500 anos para concluir.


Sua formação

Não há uma identificação de quem construiu o complexo e nem a sua destinação exata. Mas estima-se que os antepassados dos Druidas o tenham construído. Análises recentes apontam que a vala que circunda o monumento foi criada por volta de 3 mil a.C., e as primeiras pedras que formam o complexo começaram a chegar ao local cerca de 500 anos depois. A montagem e colocação dos blocos, assim como a realização de escavações adicionais ocorreram até 1500 a.C. As impressionantes pedras, pesando de 25 a 30 toneladas as maiores, possivelmente vieram de um local conhecido como Marlborough Downs, a 32 quilômetros de Stonehenge.





Contudo as pedras menores, pesando em torno de 4 toneladas cada, podem ter vindo das Montanhas Preseli, localizadas em Gales distante 250 quilômetros. E aí está um dos grandes mistérios de Stonehenge: de que forma foram transportadas? (barcos, puxadas por animais, movimentos glaciares, etc). Originalmente Stonehenge era um círculo externo medindo 86 m de diâmetro. O círculo interno, com as pedras maiores, mediam 30 metros. Havia ainda uma avenida de acesso principal onde ficavam os portais de pedra, marcando o alinhamento do sol e os ciclos da lua. Analisando-se as pedras, viu-se que elas foram cortadas para encaixar exatamente uma na outra de forma impressionante, visto que na época não existiam ferramentas de construção com esta precisão.



Hoje a estrutura conta com dois anéis concêntricos que circundam dois blocos rochosos em forma de ferradura, encaixados um no outro. Pelas marcas existentes no chão, calcula-se que metade das pedras foram retiradas posteriormente à sua criação. Ao seu redor, existem vários blocos isolados que receberam os nomes de “Pedra do Sacrifício”, ”Pedra do Altar” e “Pedra do Calcanhar”. Em sua forma primitiva, o círculo possuía 30 blocos verticais, sobre os quais havia 30 blocos horizontais, formando um círculo de 30 metros de diâmetro e 5 metros de altura. Os cinco portais que formavam a ferradura externa atingiam 9 metros de altura e acredita-se que se tratava de um templo.





Destinação

Pesquisas recentes descobriram que o complexo, que no passado formava um círculo completo, serviu de cemitério pelo menos durante o período que antecedeu a adição das pedras maiores ao monumento. No local, foram descobertas 56 covas contendo os corpos cremados de ao menos 64 pessoas que viveram durante o período neolítico. O mais famoso monumento da pré-história pode ter sido também um centro de cura, para onde iam peregrinos há mais de 4.500 anos. A afirmação é de um grupo de arqueólogos que trabalha nas primeiras escavações há mais de 40 anos.





Uma explicação mais científica para o monumento o associa a alinhamentos astronômicos significativos às épocas em que foram erguidos. Estas evidências sugeriram que eles foram usados como observatórios astronômicos. Além do que um observador em seu interior pode determinar, com exatidão, a ocorrência de datas significativas como solstícios e equinócios, eventos celestes que anunciam as mudanças de estação. Esta descoberta de 1960, demonstrou através da arqueologia, que os povos neolíticos, 3000 anos antes de Cristo, já tinham este conhecimento e esta sua importância estaria vinculada diretamente à agricultura dos povos da época.




Mas muitas perguntas ainda continuam e irão perdurar por muito tempo: Porque trouxeram pedras enormes de tão longe exatamente para aquele lugar? Quais técnicas usaram para construir o complexo, principalmente no encaixe? Quem de fato construiu o monumento e porque? Sozinhos ou tiveram ajuda de alguma outra civilização que na pré-história tinham conhecimentos de astronomia, engenharia e matemática? E por último, Stonehenge realmente foi construído só por humanos ou com ajuda de alguma inteligência alienígena?