sábado, 16 de fevereiro de 2019

The Batman - O que esperar para o filme de 2021

Filmes Prévia
Por Fábio Alves



Batman se tornou um fenômeno pop já há décadas. Personagem criado por Bob Kane em 1939 trouxe uma carga de realidade ao super heroísmo estreado pelo Superman mas com características investigativas. Conhecido nos quadrinhos como o maior detetive do mundo, Batman esta finalmente a caminho de um novo filme solo em 2021. E conforme palavras do novo diretor irá explorar o lado mais detetive do cavaleiro das trevas.



Batman no cinema


Batman surgiu em live action em dois seriados para TV em 1943 e 1949, onde foi apresentado características do personagem diretamente dos quadrinhos. Nos anos 60, com o sucesso da série de TV Batman e Robin, trouxe ares mais humorísticos para o personagem mas mantendo grande popularidade e ganhando status pop. E teve um filme lançado para o cinema, Batman de 1966




.


Mas com a renovação dos quadrinhos do personagem feita por Frank Miller na metade dos anos 80, Batman ganhou ares mais dramáticos e sombrios, na qual modernizou o personagem com o icônico Batman - The Movie de 1989, um clássico sombrio e marcante do diretor Tim Burton. Voltou novamente 1992 com Batman Returns mantendo seu padrão sombrio mas um pouco mais colorido.








Mas a queda de relevância veio com o mediano Batman Forever e o infâme Batman e Robin. O diretor Joel Schumacher deixou tudo mais colorido e tirou boa parte da carga dramática, sendo filmes carnavalescos e sem a sobriedade característica do personagem. E quase estragou a carreira de George Clooney com seu Batman paspalhão em Batman e Robin.









A Warner ciente da necessidade de reerguer o personagem, pôs nas mãos do ótimo diretor Christopher Nolan a tarefa de trazer um reboot. E assim surgiu a fantástica trilogia Batman Begins, O Cavaleiro das Trevas e O Cavaleiro das Trevas Ressurge, trazendo um arco extremamente realista e dramático, com destaque para o já clássico Cavaleiro das Trevas e seu fabuloso Coringa.





Ben Affleck em Batman vs Superman


Com a intenção da Warner de consolidar o Universo DC no cinema, Batman apareceu em mais três filmes: Batman vs Superman, Esquadrão Suicida e Liga da Justiça. São filmes controversos que tiraram algumas características do personagem e dividem os fãs até hoje. E finalmente chegamos a The Batman para 2021.






The Batman para uma nova década 


Ben Affleck estava a frente para reprisar pela quarta vez o personagem, alem de dirigir e roteirizar o novo filme solo. Com a contratação do promissor diretor Matt Reeves para o novo filme cada vez mais foi se afastando as idéias de um roteiro já escrito por Ben Affleck, onde nessa semana declarou estar totalmente fora do projeto. Assim abre-se um grande leque de opções. 







Com a declaração oficial de lançamento do filme para junho de 2021, a grande expectativa esta na seleção de um novo ator para o personagem. Deverá ser mais jovem entre 25 e 30 anos o que já abre a intenção de uma nova trilogia. E na internet já tem um enxurrada de candidatos. O novo filme será focado na parte mais investigativa do herói, onde essas estórias de detetive sempre renderam os melhores arcos nos quadrinhos. Mas há algo muito interessante a vista.






Joker já esta com lançamento marcado para outubro de 2019 e mostrará o início do personagem Coringa em seu filme solo. Com o ótimo Joaquin Phoenix no papel, acredito que a trama de The Batman vai surgir a partir do filme do Coringa. É uma aposta arriscada mas acredito que mantem um censo de continuidade e curiosidade ao surgir um Coringa em seu auge nos futuros filmes do Batman. E pode se concretizar a famosa idéia de que o Coringa criou o Batman.

           

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Death Stranding - Novo jogo de Hideo Kojima

Games Prévia
Por Fábio Alves







Hideo Kojima é um dos nomes mais famosos da indústria dos vídeo games. Começando lá nos anos 80 com sua famosa franquia Metal Gear, passando por Policenauts, Snatcher, Zone of the Enders e até a produção do Castlevania: Lords of Shadow, deixou sua marca registrada nesse ambiente tão competitivo. 




Ocorre que com o desligamento após vários anos na Konami, foi para a Sony desenvolver um projeto exclusivo para o Playstation. Trata-se de Death Stranding, um jogo misterioso bem característico de seu criador. Mas até quando essa espera manterá o hype visto que o desenvolvimento vem desde 2016?



Pelas informações que temos trata-se de um game futurista de ação com ares sobrenaturais anunciado oficialmente durante a conferência de imprensa da Sony na E3 de 2016. Seu desenvolvimento completo começou em 2017 utilizando o motor de jogo Decima, criado originalmente pela Guerrilla Games e aprimorado pela Kojima Productions. Será o primeiro jogo da sua própria companhia e terá no seu elenco atores como Norman Reedus, Troy Baker, Mads Mikkelsen, Léa Seydoux e Lindsay Wagner. O diretor Guillermo del Toro também participará do jogo.



Mas do que se trata?

Escritor Kobo Abe
Uma das principais abordagens do jogo é a conexão entre vida e morte, com Kojima inspirando-se em um conto do escritor Kobo Abe para o desenvolvimento dos temas e da jogabilidade. Kojima explicou os temas do jogo na qual Abe aborda que a primeira ferramenta criada por humanos foi uma vara, para ser usada como proteção e afastar as coisas más, e o segundo ítem foi a corda, que serve para segurar coisas que consideramos importantes. 






Kojima comparou com as principais características nos jogos - socar, atirar e chutar - com as varas, e disse que em Death Stranding ele quer que as pessoas interajam através do jogo como o equivalente a cordas, ou seja tudo estará interligado. O nome do jogo remete ao avanço de animais marinhos nas costas marítimas e que dentro do contexto do jogo significa que algo de outro mundo ficou encalhado no nosso mundo.







Ele espera criar algo novo em jogabilidade com seu novo título, uma mistura de ação com diversos outros elementos. E pelos trailers lançados ainda não temos uma noção exata da jogabilidade ou mesmo interação com esse mundo. 





Após um longo período de espera, na The Game Awards de 2017 foi finalmente mostrado um trailer apresentando Norman Reedus e seu personagem Sam, que parece ser uma espécie de carregador que trabalha para uma empresa chamada Bridges, além de outros dois personagens mostrados. No total já há quatro trailers lançados que atiçam ainda mais a curiosidade pelo título.




Mas há uma previsão de lançamento?

Kojima na Guerrilla Games


Death Stranding será lançado pela Sony exclusivamente para o PlayStation 4 e futuramente pode haver um porte para um vindouro Playstation 5. Há diversos rumores de que será lançado no final de 2019. Porém nada foi anunciado oficialmente. Sabemos recentemente que o jogo já está em estado avançado de desenvolvimento pois Kojima viajou até à Holanda para visitar novamente a Guerrilla e mostrar ao estúdio de Amsterdã uma apresentação especial e exclusiva de Death Stranding. Segundo eles, Death Stranding é um jogo impressionante e para o qual têm apenas enormes elogios, sendo intrigante, lindo, comovente, misterioso, espantoso, artístico, entusiasmante, envolvente, inspirador e magistral. 







Assim as expectativas são enormes, pois pode ser um jogo revolucionário que mudará a forma como jogamos e será um dos grandes jogos a fecharem a biblioteca do Playstation 4.



                                          


terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Lua - Sua História e Explorações

Curiosidades
Por Fábio Alves



Nossa lua terrestre sempre nos cativou desde tempos remotos. Desde sua composição geológica até as especulações sobre possíveis estruturas, ela nos trouxe um misto de mistério e descoberta.



A Lua é o único satélite natural da Terra e o quinto maior do Sistema Solar. Sendo o maior satélite natural de um planeta no sistema solar em relação ao tamanho do seu corpo primário, tem 27% do diâmetro e 60% da densidade da Terra. Estima-se que a formação da Lua tenha ocorrido há cerca de 4,5 bilhões de anos, pouco tempo após a formação da Terra. A explicação mais coerente sobre a formação da Lua é de que tenha sido formada a partir dos detritos de um impacto de proporções gigantescas entre a Terra e um outro enorme corpo maciço.






A Lua encontra-se em rotação sincronizada com a Terra, mostrando sempre a mesma face visível, marcada por mares vulcânicos escuros entre montanhas cristalinas e proeminentes crateras. É o astro mais brilhante no céu depois do Sol, embora a sua superfície seja na realidade escura. A sua proeminência no céu e o seu ciclo regular de fases sempre fizeram da Lua uma importante referência linguística, em calendários, na arte e na mitologia. A influência da gravidade da Lua impacta as marés oceânicas e ao aumento do dia sideral da Terra. A sua atual distância orbital, cerca de trinta vezes o diâmetro da Terra, faz com que no céu o satélite pareça ter o mesmo tamanho do Sol, permitindo-lhe cobri-lo por completo durante um eclipse solar total.




A Lua é o único corpo celeste para além da Terra no qual os seres humanos já pisaram. O Programa Luna, da União Soviética, foi o primeiro a atingir a Lua com sondas não tripuladas em 1959. O Programa Apollo, do governo dos Estados Unidos, permitiu a realização das únicas missões tripuladas até hoje ao satélite, desde a primeira viagem tripulada em 1968 pela Apollo 8, até seis alunagens tripuladas entre 1969 e 1972. Estas missões recolheram mais de 380 kg de rochas lunares que têm sido usadas no estudo sobre a origem, história geológica e estrutura interna da Lua. 



Após a missão Apollo 17, em 1972, a Lua foi visitada apenas por naves espaciais não tripuladas. Desde 2004, Japão, China, Índia, Estados Unidos e a Agência Espacial Europeia enviaram sondas espaciais ao satélite natural. Estas sondas têm contribuído para confirmar a descoberta de água gelada em crateras lunares permanentemente escuras nos pólos e vinculada ao regolito lunar. Missões tripuladas futuras para a Lua ja estão planejadas, através de esforços de governos e do financiamento privado. A Lua permanece, conforme acordado no Tratado do Espaço Exterior, livre para todas as nações que queiram explorar o satélite para fins pacíficos.




Há inúmeras teorias conspiratórias de que o homem nunca pisou na Lua e que tudo não passou de um orquestramento para os EUA ganharem a corrida espacial com a URSS. Mas com todos os detalhes que temos hoje percebe-se que foi a maior aventura e ousadia humana diante das limitaçoes tecnológicas dos anos 60. 







Recentemente em 02 de janeiro de 2019 a China conseguiu pousar com sucesso na face oculta da lua com sua moderna sonda Chang'e 4, fazendo história e abrindo as portas para as novas viagens (inclusive tripuladas) para os próximos anos.