terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Lua - Sua História e Explorações

Curiosidades
Por Fábio Alves



Nossa lua terrestre sempre nos cativou desde tempos remotos. Desde sua composição geológica até as especulações sobre possíveis estruturas, ela nos trouxe um misto de mistério e descoberta.



A Lua é o único satélite natural da Terra e o quinto maior do Sistema Solar. Sendo o maior satélite natural de um planeta no sistema solar em relação ao tamanho do seu corpo primário, tem 27% do diâmetro e 60% da densidade da Terra. Estima-se que a formação da Lua tenha ocorrido há cerca de 4,5 bilhões de anos, pouco tempo após a formação da Terra. A explicação mais coerente sobre a formação da Lua é de que tenha sido formada a partir dos detritos de um impacto de proporções gigantescas entre a Terra e um outro enorme corpo maciço.






A Lua encontra-se em rotação sincronizada com a Terra, mostrando sempre a mesma face visível, marcada por mares vulcânicos escuros entre montanhas cristalinas e proeminentes crateras. É o astro mais brilhante no céu depois do Sol, embora a sua superfície seja na realidade escura. A sua proeminência no céu e o seu ciclo regular de fases sempre fizeram da Lua uma importante referência linguística, em calendários, na arte e na mitologia. A influência da gravidade da Lua impacta as marés oceânicas e ao aumento do dia sideral da Terra. A sua atual distância orbital, cerca de trinta vezes o diâmetro da Terra, faz com que no céu o satélite pareça ter o mesmo tamanho do Sol, permitindo-lhe cobri-lo por completo durante um eclipse solar total.




A Lua é o único corpo celeste para além da Terra no qual os seres humanos já pisaram. O Programa Luna, da União Soviética, foi o primeiro a atingir a Lua com sondas não tripuladas em 1959. O Programa Apollo, do governo dos Estados Unidos, permitiu a realização das únicas missões tripuladas até hoje ao satélite, desde a primeira viagem tripulada em 1968 pela Apollo 8, até seis alunagens tripuladas entre 1969 e 1972. Estas missões recolheram mais de 380 kg de rochas lunares que têm sido usadas no estudo sobre a origem, história geológica e estrutura interna da Lua. 



Após a missão Apollo 17, em 1972, a Lua foi visitada apenas por naves espaciais não tripuladas. Desde 2004, Japão, China, Índia, Estados Unidos e a Agência Espacial Europeia enviaram sondas espaciais ao satélite natural. Estas sondas têm contribuído para confirmar a descoberta de água gelada em crateras lunares permanentemente escuras nos pólos e vinculada ao regolito lunar. Missões tripuladas futuras para a Lua ja estão planejadas, através de esforços de governos e do financiamento privado. A Lua permanece, conforme acordado no Tratado do Espaço Exterior, livre para todas as nações que queiram explorar o satélite para fins pacíficos.




Há inúmeras teorias conspiratórias de que o homem nunca pisou na Lua e que tudo não passou de um orquestramento para os EUA ganharem a corrida espacial com a URSS. Mas com todos os detalhes que temos hoje percebe-se que foi a maior aventura e ousadia humana diante das limitaçoes tecnológicas dos anos 60. 







Recentemente em 02 de janeiro de 2019 a China conseguiu pousar com sucesso na face oculta da lua com sua moderna sonda Chang'e 4, fazendo história e abrindo as portas para as novas viagens (inclusive tripuladas) para os próximos anos.







sábado, 8 de dezembro de 2018

Sondas em Marte - InSight e outras

Curiosidades
Por Fábio Alves



Quando a NASA projetou a sonda InSight ela sempre teve como objetivo explorar o interior de Marte. Assim, com o sucesso de seu pouso depois de uma longa viagem de sete meses, logo se iniciará uma série de pesquisas buscando entender o interior de seu solo. Isso porque a sonda levou uma série de equipamentos que irão analisar a constituição geológica de Marte, assim como tamanho e composição de seu núcleo e alguns eventos de seu passado mais remoto.

Mas o que se espera para o futuro com essas missões? O que ainda está previsto não só para marte mas para outros astros? O futuro parece promissor mesmo sem astronautas a bordo.



Essa semana a sonda InSight captou pela primeira vez sons da atmosfera de Marte além de trazer novas e deslumbrantes imagens. A InSight não tem capacidade de detectar vida no planeta. Mas será uma preparação para futuras sondas. Uma nova missão da agência americana para 2020 irá coletar rochas para análise buscando evidências de alguma vida passada em Marte. E já avisou que a Lua será a próxima meta a ser visitada por astronautas para logo após finalmente pisar em Marte.




E correndo por fora com novas sondas está a China, que lançou a Chang'e-4 na sexta-feira dia 7 de dezembro para estudar o outro lado da Lua. Seu objetivo é estudar segredos do satélite natural da Terra e espera ser a primeira a concretizar essa tarefa. O pouso da sonda na Lua está programado para o início de 2019. Segundo os cientistas, o novo aparelho supera bastante seus antecessores para poder lidar melhor com as novas tarefas científicas, contando com um módulo de pouso com uma estação fixa e um veículo de exploração espacial (rover).





Assim essa nova corrida espacial está a todo vapor e o objetivo final será a capacitação tecnológica para levar o homem a essas novas fronteiras. Mas o desafio ainda é enorme principalmente pelas grandes distâncias e fragilidade humana diante da radiação espacial e desgaste mental e físico. São dificuldades que necessitam de inovações e novas pesquisas para superá-las. 









segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Red Dead Redemption x Grand Theft Auto

Games Análise
Por Fábio Alves



A Rockstar é hoje uma das melhores desenvolvedoras da industria de jogos. Deixando suas polêmicas a parte sobre diversos assuntos, hoje ela se divide em duas grandes franquias: Red Dead Redemption e Grand Theft Auto. Mas qual das duas é mais relevante hoje em dia? Qual vendeu mais e trouxe mais lucro? Qual teria melhor narrativa? Qual tem o melhor mundo aberto construído?



Grand Theft Auto


A famosa franquia da Rockstar nasceu pra valer mesmo em GTA III. Com seu mundo aberto inédito e totalmente 3D lançado em 2001, trouxe uma inovação e liberdade absurda para o jogador. Sua sequência Vice City voltou aos anos 80 trazendo uma trama muito criativa e divertida ao dar mais liberdade ainda. E o famoso San Andreas aumentou seu escopo em tudo, desde o tamanho explorável do jogo como opções de personalização ao jogador. 







Nas gerações mais recentes ela manteve suas boas histórias e inovações gráficas e tecnológicas com GTA IV e mais recente com o absurdo GTA V. Lançado para PS3 e Xbox 360 em 2013, remasterizado para PS4 e Xbox One em 2014 e lançado para PCS só em 2015, trouxe um fenômeno com mais inovações ao entregar 3 personagens jogáveis e uma cidade verossímel para o jogador. A série é o carro chefe da Rockstar vendendo até agora em torno de 285 milhões de unidades. 








Só GTA V bateu todos os recordes da industria vendendo até hoje mais de 100 milhões de unidades e trazendo mais de U$S 6 bilhões em vendas para seus criadores. É muita grana. Mas eis que chega um concorrente a altura....e da própria Rockstar!







Red Dead Redemption



A franquia originalmente era da Capcom sobre o nome de Gun.Smoke nos anos 80. Nos anos 2000 a Rockstar adquiriu a franquia e a expandiu sob o nome de Red Dead Revolver se tornando um jogo de tiro em terceira pessoa baseado na época dos westerns. Distribuído pela Rockstar Games e produzido pela Rockstar San Diego, foi lançado em 2004 para PlayStation 2 e Xbox.








Mas a revolução mesmo veio anos mais tarde. Lançado em 2010 para PS3 e Xbox 360 como um jogo de mundo aberto no velho oeste americano de 1911, Red Dead Redemption pegou todos de surpresa pela sua história cativante e um protagonista marcante. Mas a ambientação deixavam todos embasbacados e foi aclamado pela crítica elogiando seus visuais, música, dublagem, jogabilidade e história, sendo um sucesso comercial vendendo mais de quinze milhões de cópias mundialmente. 








Venceu vários prêmios como melhor do jogo do ano e até hoje é considerado um dos melhores jogos  já criados na história dos videogames. 










Com o recente lançamento do impressionante Red Dead Redemption II a Rockstar mais um vez se supera com novas tecnologias tanto de física aplicada como em gráficos realistas, apresentando um mundo aberto ainda mais detalhado, com uma história mais madura e com uma recriação de época incrível. Vendeu até o momento mais de 17 milhões de unidades e subindo, com um recorde de arrecadação de U$S 725 milhões em seus 3 primeiros dias. No total a franquia vendeu em torno de 32 milhões de unidades.





Conclusão



GTA ainda é o carro chefe quanto ao lucro mas a narrativa da série Red Dead acredito que supere a de GTA. E quanto ao mundo aberto o recem Red Dead Redemption II superou em muito qualquer jogo de mundo aberto já feito. Inclusive o proprio GTA V. Assim fica a grande expectativa para Grand Theft Auto VI mas só para a próxima geração depois de 2020.